top of page

De acordo com a AIE, as fontes de energia renovável serão encarregados por 37% da produção de eletricidade global até o ano 2026



Energias Renováveis e Nuclear Devem Suplantar Carvão em Três Anos, Revela Relatório








Um novo relatório da Agência Internacional de Energia (AIE) prevê um significativo avanço das fontes renováveis, impulsionado pelo aumento na geração nuclear, resultando na substituição do carvão nos próximos três anos. Até 2026, estima-se que as energias renováveis contribuirão com impressionantes 37% da produção mundial de eletricidade, um aumento notável em relação aos atuais 30% registrados em 2023. O destaque recai sobre a energia solar fotovoltaica, cuja expansão, alimentada por custos cada vez mais baixos, desempenhará um papel crucial nesse crescimento.


O relatório identifica a energia solar, juntamente com as fontes nuclear, eólica e hidroelétrica, como os principais motores para atingir essa meta global. O avanço dessas formas de energia, combinado com o aumento da geração nuclear, projeta-se como uma força determinante na diminuição do uso do carvão.


O Brasil surge como um protagonista notável nesse cenário, com a AIE prevendo uma transformação impressionante em sua matriz elétrica. O país sul-americano está destinado a depender em 95% de fontes renováveis até 2026, segundo o relatório. A ênfase recai especialmente sobre as energias solar e eólica, que, de acordo com as projeções, não apenas atenderão a maioria da nova demanda elétrica no Brasil, mas também experimentarão um crescimento combinado de quase 50% em relação a 2022.


Essas projeções destacam uma mudança substancial no panorama energético global, com as energias renováveis liderando o caminho e apontando para uma transição significativa nos próximos anos."

5 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page